Valor da Mão de Obra do seu Crochê



Comentários

  1. Muito boa as matérias sobre preço de venda, realmente a gente sempre se perde nesta hora, eu particularmente tento ser coerente com a pessoa que está comprando, o lugar onde vendo, cada caso um caso..rs, incluo também no preço a condução que usei para comprar o material e também o tempo que perco para encontrar gráfico específicos, risco de pintura solicitado ou bordado, enfim, ajudou muito estás materiais, muito obrigada

    ResponderExcluir
  2. Muito legal essa postagem porque tem pessoas que confundem trabalho artesanal com produtos de loja 1,99. Não levam em consideração tempo de produção material e exclusividade, muitas vezes escolhem cor, tecido, bordado mas nao acha q deve pagar por isso. Muito boa a matéria! adorei abraço

    ResponderExcluir
  3. amei essa matéria porque trabalho com artesanato nas horas vagas e nunca soube como calcular minha mão de obra, obrigada...

    ResponderExcluir
  4. Ivy, adoro suas postagens, a forma como explica, sua disponibilidade e disposição. Agradeço por mais essa orientação. Mas tenho uma dúvida. Geralmente 1 salário é o que considera para os seus cálculos ou o utiliza apenas pedagogicamente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui o uso foi pedagógico; contudo, como dificilmente realizo encomendas, não posso dizer que não o usaria. Acredito que o tipo de trabalho seja o maior definidor de valores base.

      Excluir
  5. Ivy, você é uma pessoa rara, que divide o que sabe e multiplica o saber! te admiro muito , e sou uma crocheteira SDR, que adora crochetar, nunca vendi nada! faço por prazer e dou de presente!!!! rsrs valeu a dica de quanto cobrar, quem sane me animo heim! ? beijo grande!

    ResponderExcluir
  6. Ivy! Eu penso que é uma visão bem interessante de como avaliar o trabalho manual, mas penso que tu deverias também acrescentar a qualidade do trabalho, a perfeita execução do ponto através de uma boa técnica e também do acabamento e em suma o valor da arte em si, porque eu posso tecer um xale e nunca ficará tão bonito e esteticamente perfeito quanto o que tu teceste. Não sei se eu to sendo inteligível, às vezes eu tenho dificuldade em me expressar. Super abraço e te aprecio muito Querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Janice! Vc está coberta de razão. Eu penso que a questão da valoração de um trabalho é extremamente pessoal; porém está sim atrelada à um limite imposto pelo próprio comércio (levando-se em consideração itens de um mesmo segmento). Aqui eu comento de um salário mínimo, mas isso é como um ponto de partida. Quanto mais v for conhecedora da arte e da técnica, e ainda, quanto mais específica e única for a execução, claro que o valor base para cálculo aumenta. Tô contigo nega!

      Excluir
  7. Olá, amada! Tudo bem?? =D
    Fiquei encantada com seu blog!!!! E fico feliz por vc ser tão gentil em compartilhar tanta coisa com todas as pessoas da net... hehe
    Achei super interessante esta forma de cálculo!
    Estou começando a me aventurar nas vendas com artesanato e estava completamente por fora de quanto cobrar pelos meus produtos...
    Andei pesquisando e sempre que encontrava algo a respeito diziam que basta eu somar todo o material que eu comprei para elaborar a peça e a soma deste material eu tenho que multiplicar por três e que o resultado seria o valor a ser cobrado. Será que esse cálculo vale também?! o.O
    Bjins, Ivy! Deus te abençoe!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cinthia! Vale sim. O que você precisa observar é se esta forma de cálculo cobre todos os custos que vc teve, se paga o seu tempo e o seu trabalho realmente.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Fio Discovery

Ponto Fantasia Florzinhas em Crochê

Almofada Mega Flor