//Google Analitcs

Eu acesso! Junte-se à nós!

Pesquisar este blog

Siga-nos por E-Mail!

terça-feira, 6 de março de 2012

Sobre Blocagem - Técnica usada em Tricô


Blocagem é uma técnica que usa água ou vapor para ajudar a dar a forma final ao seu projeto de tricô ou crochê; também pode ser usada para uniformizar a tensão do ponto e as bordas do trabalho. Para alguns projetos, a blocagem fará uma grande diferença. Por exemplo, padrões rendados quase sempre necessitam de blocagem já que ela abre o desenho. Não pense que a blocagem é uma ferramenta milagrosa – ela não fará com que o seu suéter minúsculo fique 3 tamanhos maior – mas ela funcionará maravilhosamente para dar à sua peça um ótimo acabamento.
A blocagem tem algumas regrinhas: antes de mais nada, é preciso ler as instruções no rótulo do fio usado para o trabalho. Não se devem blocar peças executadas com fios cujo rótulo contenha a instrução “lavar a seco”. Jamais passe a ferro seus projetos na tentativa de blocá-los, você vai se ver às voltas com uma peça achatada, mole e sem vida. O ferro de passar somente deve ser usado para vaporizar a peça (conforme explicarei). Fios acrílicos, ou fios mistos com grande porcentagem de acrílico, geralmente não aceitam bem o processo de blocagem. A melhor maneira de blocar o acrílico é levar a peça à lavadora e à secadora, seguindo as instruções do rótulo do fio, o que geralmente já é suficiente para uniformizar a tensão do ponto.
Para a blocagem com spray (método bom para peças que necessitam apenas uma blocagem leve), você precisará de um pulverizador com água, alfinetes que não enferrujem e uma superfície sobre sobre a qual possa estender e prender a peça. Se o trabalho for pequeno, você pode dobrar uma ou duas toalhas ao meio e colocá-las uma sobre a outra, assim ficarão grossas o suficiente para segurar os alfinetes. Existem placas de blocagem à venda (acho que são todas importadas) para esta finalidade; elas são interessantes pois vêm com as medidas e linhas horizontais e verticais impressas na superfície. Você pode fazer a sua própria envolvendo placas de espuma em um tecido para criar uma superfície lisa e firme na qual possa fixar os alfinetes.
Para blocar, estenda a peça sobre uma mesa, molhe com o spray de água e apanhe sua fita métrica. Siga as medidas do esquema. Se for um cachecol, tenha certeza de que terá a mesma largura do começo ao fim. Gentilmente puxe a peça de forma que ela fique com as medidas indicadas, inclusive as costuras. Puxe a sanfona com os dedos. Trabalhe uma área de cada vez, molhando e alfinetando, assegurando-se de que está tudo bem certinho. Tenha certeza de que os alfinetes não enferrujarão, pois você só os tirará da peça quando ela estiver seca.
Para dar acabamento a um projeto que necessite de uma força extra, faça a blocagem molhada. Lave a peça de acordo com as instruções do rótulo do fio (ou simplesmente a mergulhe inteiramente na água e gentilmente a esprema para drenar o excesso de água. Siga, depois, o procedimento descrito acima.
Se o seu projeto exige uma blocagem mais severa, você pode tentar o vapor. Mas seja gentil. Vaporizar significa exatamente isso… não quer dizer passar a ferro! Estenda e prenda sua peça com os alfinetes nas medidas corretas. Se você estiver usando um ferro a vapor, segure o ferro a aproximadamente 25 cm de distância acima da peça até que ela umedeça. Você também pode colocar um tecido molhado sobre a peça e segurar o ferro a vapor acima dele, mas não pressione o ferro sobre o tecido. Se você tem um “steamer”, pode pendurar a peça (ou estendê-la) e vaporizar até que fique úmida e, em seguida, medir e alfinetar. Não a retire do lugar até que seque completamente.
Com a blocagem a vapor é sempre uma boa ideia fazer primeiro um teste em uma amostra. Não use vapor nas sanfonas, nos cordões de tricô, tranças ou em outros pontos com relevo, caso contrário você acabará por achatá-los. O vapor também pode danificar os fios acrílicos já que eles são sensíveis ao calor.

Para ler a matéria por completo (na íntegra); acesse; http://www.gutablog.com/2011/03/trico-e-croche-o-que-e-blocagem.html

Bjimmm,
Ivy