//Google Analitcs

Eu acesso! Junte-se à nós!

Pesquisar este blog

Siga-nos por E-Mail!

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Luto por Rosinha

Bem... Acho que a maioria deve imaginar o quão difícil é escrever sobre alguém que se foi...
É claro que nunca pensamos que alguém que conhecemos deixará de estar aqui conosco. Mesmo que virtualmente, muitas de nós fazemos parte uma das vidas das outras e quando, por algum motivo, deixamos de estar (mesmo não estando e isso é engraçado) ficamos nos perguntando: "Por onde anda?"
Rs...
Conheci esta pessoa linda com nome de flor, rs..., em um encontro no Shopping D, em SãoPaulo, em 27/10/2007. Lembro que ela ficou perguntando...: "E quem sou eu?" Para ver se eu sabia que ela era a Rosinha, rs... E eu (cabeçuda que sou) não lembrei...
Delicada e arteira é o que eu pude captar dela nas poucas horas em que estivemos juntas alí (e que quase fomos expulsas, todas as meninas do encontro do shopping...). Muito pacífica e de paz... Voz tênue e calma... Olha sereno e bondoso, rs...
Assim me recordo de Rosinha.
Sabem... Se me perguntarem: "Ela foi sua amiga?", terei que responder: "Não, não foi."
Ela foi Companheira de grupo.
Lembro que sempre que eu aprontava das minhas, rs..., ela comentava e elogiava (e acredito ter sido de verdade, de coração)... Lembro que eu sempre comentei: "Eu queria tanto aprender Tricô..." E ela comentou que achava que eu ia sim aprender e que ia fazer coisas bem bonitas com o Tricô.
Que coisa estranha! Como pode?
Quando recebí a notícia (por e-mail, pelos grupos) fiquei sem saber como sentir aquilo.
No Domingo passado, quando ví uma das últimas notícias sobre ela, cai em choro... E, de verdade, eu não imaginaria sentir-me assim... Eu tive contato com ela uma vez pessoalmente.
Percebí. Não importa o quanto as pessoas estejam presentes fisicamente em nossas vidas, o que importa é o quanto nosso "querer bem" seja veerdadeiro. O que importa é quando escrevamos algo para alguém, seja verdadeiro. O que importa é que seja sempre "verdadeiro".
Rosinha...
Não tive a oportunidade de te dizer isso tudo (e como sinto-me mal por isso... Dói o coração até...), espero que tenhas sentido nas minhas mensagens e enquanto estivemos juntas no nosso encontro.
Vc não foi uma Rosinha... Vc é a Rosinha que sempre nos acompanhará em nossas lembranças.
Agora é dor... Daqui à pouco serão Saudades... Um dia... Será algo diferente e nesse dia saberemos o que é.


Nosso Site, nosso Spacimmm, está de Luto por Rosinha.

Aprendí que somos importantes uma para as outras. Obrigada por estarem aqui.

Rosinha, obrigada por ter me dado o prazer de te conhecer e, de alguma forma, fazer parte de sua vida...
Obrigada por todas as suas palavras à mim...
Vc já nos faz falta.
Descanse em paz...
Meu último Bjimmm (e este é só seu),
Ivy